Notícias

Destaque Juíza Presidente prestigia evento que marcou o dia Internacional da Mulher

Juíza Presidente prestigia evento que marcou o dia Internacional da Mulher

Publicado em: 09/03/2020

Assinalou- se este Domingo, 8 de Março, o dia Internacional da Mulher. Um pequeno- almoço para comemorar a data em Luanda, foi promovido pelo  Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher.

A Veneranda Juíza Presidente do TC, Dra. Exalgina Gambôa, a primeira mulher a ocupar o mais alto cargo num Tribunal Superior em Angola, foi uma das mais destacadas convidadas, a  par da Primeira-dama da República, Ana Dias Lourenço, presentes no pequeno-almoço.

O evento que juntou mulheres de diferentes esferas da sociedade angolana, teve na linha da frente nomes como Elizabeth Rank Frank antiga Comandante Provincial da Polícia de Luanda, Alexandra Lima a primeira mulher em África e uma das poucas no mundo, habilitadas a pilotar o Boeing 777  e Esperança Caxita campeã africana de xadrex.  

Ao usar da palavra, a Ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, também ela, a primeira mulher a exercer este cargo, disse que o Governo angolano esta a dar passos seguros para diminuir as desigualdades que persistem em vários sectores, quando se fala em tratamento igual entre homens e mulheres.  A Ministra assegurou que a Agenda do Executivo 2018-2022 prevê mecanismos para acelerar a igualdade e a participação da mulher no processo de democratização do país e da sociedade e a participação no desenvolvimento humano e sustentável. “Há necessidade de se reverter muitos números de uma estatística que coloca a mulher quase sempre em situação de desigualdade”. A violência contra a Mulher, a feminização da pobreza e as desigualdades no exercício dos Deveres políticos, económicos e sociais são alguns dos problemas que precisam de ser vencidos.

Quanto a representatividade nos órgãos de tomada de decisão em África, Angola é o sexto país com melhor índice no continente com 30,5% das mulheres em lugares de destaque na Administração do Estado, numa lista liderada pelo Rwanda com 61% das mulheres em lugares de decisão.

Para diminuir ainda mais as diferenças no género, Carolina Cerqueira anunciou a atribuição de 155 bolsas de estudo para cursos de mestrado e doutoramento, entre as quais 55% vão ser atribuídas às mulheres.

A primeira Dama da República, Ana Dias Lourenço, presente no encontro, disse que “a mulher angolana tem conseguido subir os degraus com muito sacrifício, mas creio que estamos a atingir o patamar que todos desejamos para as mulheres. Tivemos a oportunidade de ouvir os depoimentos de várias mulheres e tivemos aqui a presença de vários estratos na sala. Se continuarmos a subir os degraus, unidas e com força, vamos vencer”, rematou.

O 8 de Março é oficialmente comemorado em todo mundo desde 1977, em homenagem às mulheres que em 1908, precisamente a 8 de Março, marcharam pelas ruas de Nova Iorque reivindicando os mesmos Direitos económicos e políticos que os homens.